matrix_red_blue_pill

Conspirações contra o Sistema

 

De acordo com a história clássica brasileira, no dia sete de setembro de 1822 o então Príncipe Regente do Brasil e futuro imperador D. Pedro I, bradou as margens do rio Ipiranga a célebre frase que marcaria para sempre a nossa história e o fim do domínio de Portugal sobre a jovem nação brasileira: “Independência ou Morte!”

gimage.php

Duzentos anos se passaram desde que a ameaça de D. Pedro I reverberou por estas terras sem que, no entanto, o brasileiro se tornasse plenamente independente. Pelo contrário, a independência que traria a liberdade não chegou à antiga colônia de Portugal e em seu lugar continuamos a viver como escravos. A escravidão sempre acompanhou o brasileiro desde a aurora de sua história até o mais recente dos dias, ora pousando sobre os ombros dos índios, ora sobre os ombros dos negros, ora sobre os brancos até que finalmente aterrissasse sobre os ombros de todos ao mesmo tempo. Eis a democracia da escravidão contemporânea. Somos hoje, escravos dos interesses econômicos e políticos de uma nova classe de “senhores de engenho”, “metrópoles” multinacionais que colonizaram os povos do mundo e nos mantém acorrentados sob o jugo da mentira ou das armas.

                                                                            

Nas palestras pretendo ajudá-PALESTRASlo(a) a quebrar as correntes invisíveis da mentira que o aprisionam nos fundos da “caverna” e o mantém girando a roda do Sistema, como um “hamster” confinado em sua gaiola. Falaremos do poder exercido pelas grandes corporações e instituições financeiras do mundo, de como a política em todas as suas esferas está amarrada aos interesses dos primeiros e como os grandes veículos de comunicação atuam na alienação e manipulação da opinião pública. Falaremos sobre como alguns países vem tentando romper com o ciclo destrutivo do Sistema e sobre qual o papel do Brasil nessa luta, ou contra ela. Falaremos de como a guerra e a violência urbana se transformaram em negócios lucrativos para países e organizações. Falaremos do fim do mundo que nos espera, mas também falaremos sobre como romper com nosso destino apocalíptico e salvar a humanidade!

Nós vamos imergir nas profundezas do Sistema, lá no fundo da toca do coelho, e quando você voltar sua mente não será mais escrava dos interesses do Sistema. Somente com a mente livre você será capaz de lutar de maneira decisiva por um mundo melhor, um mundo onde as mentiras sejam reveladas e combatidas.

Mas isso é claro, se você voltar.

images